Seattle e o amor pelo café

– INSIDERS – trás a cada semana um convidado diferente, mostrando o lado pouco conhecido das cidades onde vivem ou visitam.-

Seattle é popularmente conhecida pela chuva e pelo movimento grunge dos anos 90. Mas é claro que eu não estou aqui no Por Mais um Carimbo para falar de coisas óbvias, né?

Você sabia que Seattle é um dos centros mundiais de torrefação de café? A cidade tem fama de ser a melhor dos Estados Unidos para os coffee lovers e, como se não bastasse, é comparável com Roma, Vienna, Melbourne e Havana no quesito “cultura do café”.

Não é à toa que a população de Seattle é a maior consumidora de café em todo o país e só perde para São Francisco em número de cafeterias per capta. O movimento de “amor à cafeína” começou com a inauguração da Starbucks na década de 70. Hoje, são mais de vinte torrefadoras indepentes só na região metropolitana.

Uma das mais populares entre os seattleites é a Victrola Coffee Roasters, que além de torrefadora é uma cafeteria e galeria de arte. A primeira unidade foi inaugurada no ano de 2.000 e atualmente eles têm quatro lojas em Seattle. Dizem que eles têm um dos melhores cafés de toda a cidade. Claro que eu fui lá conferir.

 

seattle e o amor pelo caféVictrola Coffee Roasters em Seattle

Victrola Coffee Roasters

A loja que eu visitei fica bem pertinho da Starbucks Reserveno  bairro de Capitol Hill – carinhosamente conhecido como “gayborhood”, fazendo menção à fama LGBT simpatizante do bairro. Porém, ao contrário da famosa concorrente, a Victrola Coffee Roasters não é parada obrigatória de turistas. Aliás, provavelmente só os “locais” a conhecem.

 

Victrola Coffee Roasters SeattleBandeira do movimento LGBT na janela do café. Isto é bem comum no bairro de Capitol Hill.

A decoração é minimalista, o estilo é rústico, o espaço é amplo e os cachorros são super bem-vindos -#issoémuitoSeattle. As paredes de tijolos aparentes (que eu amo!) exibem quadros de artistas locais que podem ser comprados ali mesmo. Bacana, né? A torrefadora fica no fundo da cafeteria, onde é possível ver o maquinário em funcionamento.

No dia em que fui fazer as fotos, por coincidência, o microlote em destaque era o Brazil Baixadao – da famosa fazenda brasileira Sítio Baixadão, do sul de Minas Gerais. Eu fiquei tão orgulhosa que fiz questão de falar para o barista que sou do Brasil! Até tentei ensiná-lo a falar “baixadão” sem sotaque americano, mas não rolou.

 

Victrola Coffee Roasters Seattle Café Brazil Baixadão no quadro! Que orgulho.

Eu optei por um espresso e o sabor estava ótimo, mas confesso que não sou uma super entendedora do assunto. Ah, eles também servem pastries. Porém, já que o foco da empresa é o café, não tem nada de comidas ou lanches muito elaborados.

Endereço: 310 E Pike St, Seattle

Horário de funcionamento: das 6h30 às 20h00

E você, já sabia sobre a cultura do café em Seattle? Ficou surpreso? Conta pra nós, vai!

Camila Picolli

Sou Camila Picolli, publicitária, gaúcha e moro em Seattle desde 2011. Amo escrever, fazer roteiros, explorar a cidade, dar dicas de viagem e contar sobre minhas aventuras por aqui. Po isso, logo que me mudei pra cá, comecei a escrever o blog Mila em Seattle. Para saber mais sobre a cidade, curta minha página @milaemseattle no Facebook e siga @camilapicolli no Instagram e Snapchat.

Follow:

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *