Visitamos algumas vinícolas no Chile na região do Valle de Colchagua mais precisamente na cidade de Santa Cruz.

Um final de semana na região é perfeito para descansar após uma semana no deserto do Atacama. Foi o que fizemos antes de voltar para São Paulo.

Saímos de Santiago numa sexta feira pela manhã e em 2:30 aproximadamente estávamos na região do vale.

vinícolas no chile

Viu Manent

Nossa primeira parada na sexta feira foi para um almoço seguido de passeio pela Viu Manent. O restaurante é excelente e além dele tem também um café super charmoso para finalizar a visita. O passeio é feito em charretes pela propriedade e a degustação acontece num ambiente maravilhoso.

A loja com produtos da região foi a mais completa e com a melhor seleção de produtos que vi. A visita e restaurante devem ser reservados com antecedência.

Santa Cruz

No sábado pela manhã visitamos a Viña Santa Cruz é uma opção bem legal para quem está com crianças. Tem um teleférico que nos leva ao museu à céu aberto simulando as aldeias dos povos Mapuche, Aymara e Rapa Nui.

E um museu de automóveis antigos que faz bastante sucesso. Além obviamente do passeio pelos campos de cultivo muito vastos e degustação de vinhos ao final. Na Santa Cruz tem apenas um pequeno café então se programem para almoçar em outra viña. A visita deve ser agendada.

Viña Montes

O almoço e passeio da tarde foi na Viña Montes bem conhecida pelos brasileiros pelos seus vinhos Montes Alpha é lindíssima. A construção toda contemporânea com salas de degustação envidraçadas com vista para as colinas, espelhos d’água ao redor do prédio e a sala das barricas no subsolo mais impressionante que vi. Aqui também lembrem-se de agendar a visita.

Quando fomos estava bem vazia e acabamos fazendo o passeio e degustação exclusivos, foi ótimo. O restaurante é bom mas nada extraordinário, uma pena porque a Viña Montes tem vinhos ótimos e merece um bom restaurante, indico focar nas tábuas de frios e queijos.

Hotel Terra Viña e Restaurante Vino Bello

Nos hospedamos no Hotel Terra Viña ele é rodeado por parreirais, hotel simples e rústico mas extremante confortável. Tem uma piscina bem gostosa para aproveitar o fim do dia petiscando e bebendo vinhos. Quartos bem espaçosos, banheiros confortáveis e café da manhã simples mas bem completo.Jantamos os dois dias no Restaurante Vino Bello que fica a poucos metros do hotel e o acesso é pelo meio das parreiras. O hotel fornece lanternas para a caminhada noturna, o pôr do sol no verão é por volta das 9:30 da noite e aproveita-lo apreciando a vista das mesas externas do restaurante é a pedida.

Claro que existem muitas outras vinícolas na região mas nem todas aceitam crianças em seus passeios então verifiquem antes, essas que selecionei funcionaram muito bem para nós, os passeios agradaram todos.

No domingo tomamos um café da manhã tardio e voltamos para Santiago, nosso voo para São Paulo sairia na segunda feira bem cedo.

 

 

Follow:

Passamos os últimos dias de nossa viagem ao Uruguay na região de Carmelo e nos hospedamos no hotel Carmelo Resort & Spa Hyatt (antigo Four Seasons). Nele a proposta era apenas relaxar e aproveitar os serviços do resort.

Esse hotel é uma boa pedida para quem quer um super resort e não quer gastar o absurdo cobrado em hotéis do mesmo padrão aqui no Brasil. Fomos de carro a partir de Colonia del Sacramento, a estrada é muito tranquila e bem sinalizada, a apenas 86 km.

Ficamos num apartamento duplex muito grande e com vista para as parreiras e o rio, super confortável. Um banheiro e quarto no andar superior e outro banheiro completo no térreo. Com sala, varanda e espaço suficiente para as duas camas que foram montadas para os meninos.

hyatt_carmelo09

Piscina com a sede do hotel ao fundo 

hotel carmelo resort & spa hyatt

Vista panorâmica da piscina

Na piscina ficam à disposição dos hóspedes protetores solares, águas aromatizadas e toalhas. Além de sempre passarem servindo alguma cortesia como sorbet de frutas e sucos especiais.

hotel carmelo resort & spa hyatt

Pôr do sol com lareira ao ar livre no bar 

A carta de drinks e vinhos é extensa e muito boa, também servem uma variedade de queijos e tapas bem boa no bar à beira da piscina.

hotel carmelo resort & spa hyatt

A praia às margens do Rio de la Plata

O hotel é ótimo para quem gosta de praticar esportes. Além da academia bem grande, existem bicicletas à disposição dos hóspedes, trilhas para corrida e caminhada, campos de polo e golf, canoagem e mais uma série de atividades.

hotel carmelo resort & spa hyatt

Sala de descanso do Spa

O Spa oferece dezenas de terapias corporais e faciais e o legal é chegar bem antes do seu horário para aproveitar a sala de descanso que tem chás, frutas e castanhas à disposição dos hóspedes e a piscina aquecida e sauna para quem gosta.

hotel carmelo resort & spa hyatt

Vista do nosso quarto

hotel carmelo resort & spa hyatt

Banheiro principal do nosso apartamento

hotel carmelo resort & spa hyatt

Frutas e cartão de boas vindas na chegada

hotel carmelo resort & spa hyatt

O restaurante principal é muito bom e todos os dias as opções do cardápio mudam, também fazem cardápios temáticos no restaurante da piscina.

Follow:

A Bodega Garzón fica à cerca de 75 km de Punta del Este e a viagem é de aproximadamente 1:30 h de carro, pode-se fazer esse percurso de helicóptero também. As colinas Garzón são todas cultivadas com parreiras e oliveiras, eles também produzem ótimos azeites e a paisagem é maravilhosa.

Estivemos lá em janeiro de 2016 e tanto a loja quanto algumas acomodações ainda não estavam completamente finalizadas mas isso não atrapalhou em nada a visita.

Como já conhecemos várias outras vinculas dessa fez fomos só para almoçar sem fazer nenhum dos passeios sugeridos por eles. Reservar com antecedência é mandatório, só ingressa na propriedade quem estiver com o nome na portaria.

bodega garzón

A Bodega é inteira construída em concreto aparente e pedras, lindo! Com muitos espelhos d’agua.

bodega garzón

A Bodega Garzón é repleta de lounges externos perfeitos para passar o dia aproveitando os vinhos.

bodega garzón

bodega garzón

As colinas cultivadas. Uma das vistas do restaurante.

bodega garzón

O Restaurante

Fomos com os meninos e achei bem tranquilo para crianças o atendimento foi espetacular, o maitre e garçons explicaram todos os azeites também produzidos pela Bodega Garzón e pratos de uma forma muito simpática.

bodega garzón

O assador onde os pratos são preparados fica à vista do salão principal.

bodega garzón

Entrada de peixe cru, beterraba e cítricos. Super aromático e delicioso.

bodega garzón

Gnocchi de batata com vegetais e crocante de pão e azeite. 

bodega garzón

Peixe do dia com vegetais grelhados, castanhas e crocante de pão.

bodega garzón

Curd de limão, café e suspiro. Espetacular por não ser muito doce.

bodega garzón

Entrada do restaurante. 

Compramos alguns vinhos muito bons em especial o Sauvignon Blanc deles, bem aromático, fresco e equilibrado e bem marcante. Os azeites produzidos por eles também são excelentes.

E para quem quiser experimentar os vinhos. A loja World Wine vende aqui no Brasil.

Se você gosta de passeios assim, visitei a Bodega Narbona e contei tudo nesse post: Bodega Narbona – Carmelo

Follow:

Passamos 15 dias na Italia e muito provavelmente comemos Tiramisu em 10 deles, lógico que ao final escolhemos o nosso preferido.

Encontramos ele em Veneza numa pequena loja chamada i Tre Mercanti aberta em 2007, passamos três dias na cidade e fomos à loja todos os dias. Os Tiramisus são feitos diariamente de hora em hora e dentro de uma cozinha envidraçada bem na frente da loja. Além de ter doces incríveis essa loja vende vinhos, temperos e ingredientes muito bons, além de café e um ar condicionado maravilhoso para quem viaja à Veneza no verão.

 

recita de tiramisu i Tre Mercanti i Tre Mercanti

Essa receita abaixo é a que tenho feito à bastante tempo, não leva ovos o que deixa o doce bem leve e sem cheiro forte. Açúcar também uso pouco, se você gostar de doce mais doce é só colocar mais no chantilly.

Ingredientes

500 ml de creme de leite fresco
1 de colher de chá de essência ou pasta de baunilha
3 colher de sopa de açúcar
500 gr de queijo mascarpone
400 ml de café bem forte ou expresso sem acúcar
25 ml de rum/ vinho marsala (muitas vezes faço sem)
18 a 20 unidades de biscoito champagne
Cacau 100% para polvilhar

Modo de preparo

Misture o creme de leite bem gelado com a baunilha e o açúcar e bata até obter um chantilly firme, reserve. Bata o queijo mascarpone por uns 2 minutos até ficar cremoso. Misture com uma espátula o mascarpone e o chantilly até incorporar bem.

Misture o café com rum ou vinho, dividir cada biscoito em 3 partes, passar os biscoitos pela mistura, montar em copos, creme, 1/3 do biscoito, creme, 2/3 do biscoito, creme, levar a geladeira por no mínimo duas hora ou até o momento de servir, polvilhar o chocolate no momento de servir.

O Tiramisu pode ser montado numa travessa única com os biscoitos champagne inteiros como um pavê tradicional.

receita de tiramisu
Follow: