Um pouco de tudo em Londres

Londres. Tudo o que eu escrever aqui será pouco para descrevê-la. É o tipo de cidade para voltar sempre e cada visita ser uma experiência completamente diferente. Não vou indicar um roteiro fixo e imutável, prefiro mostrar lugares próximos um do outro que podem ser visitados encaixando-os nos programas mais turísticos. Nas minhas viagens procuro organizar um roteiro que me permita fugir dele #alocka né? Porque não existe nada melhor do que uma viagem cheia de “Serendipity”.

Assim que chegar na cidade, compre um Oyster Card em qualquer estação de metrô, além da passagem sair mais barata é muito prático usá-lo. Também uso o app TubeMap, que te mostra o mapa com todas as linhas/estações e você pode traçar itinerários. Super mão na roda.

Em Londres todos os principais museus tem entrada gratuita, são cobradas entradas apenas das exposições especiais dentro de cada um. Basicamente pode-se conhecer todos de graça. É a glória! As atrações turísticas como London Eye, Westminster Abbey, Saint Paul’s Cathedral, London Tower, essas sim, são pagas.

Borough Market – Shakespeare’s Globe – Tate Modern

borough market tate modern londresBorough Market e Tate Modern

O Borough Market existe nesse local desde o século 13 e agrupa centenas de vendedores de todos os tipos de ingredientes e comidas. Ótimo lugar para comprar queijos, temperos, vinhos e se esbaldar nas dezenas de barraquinhas de comidas. O dia mais cheio é o sábado. Eu o visitei numa quarta feira e foi muito tranquilo pudemos aproveitar com calma e sem filas. Nas ruas ao redor dele existem várias casas de vinhos que promovem degustações e muitos restaurantes charmosos.

Saindo do Borough Market e seguindo pela margem do Tamisa chega-se rapidamente ao Shakespeare’s Globe . Aproveite para conhecer mais sobre a obra e vida de Shakespeare. Para esse passeio é aconselhável agendar a visita pelo site. Continuando pela margem é a vez do Tate Modern, antiga Bankside Power Station. Só o prédio já impressiona, lindíssimo e recheado de arte moderna, sempre com mostras especiais.

Victoria & Albert – Comptoir Libanese – Serpentine

va_comptoirVictoria & Albert Museum e Comptoir Libanais

Victoria & Albert Museum é meu museu preferido, artes decorativas, moda, fotografia, design. Sempre com mostras especiais maravilhosas. Vi agora em Setembro/14 a exposição fotográfica do Horst, foi ele o responsável pela capas mais incríveis da revista Vogue e a mostra Wedding Dresses 1775-2014. Daqueles museus fáceis de passar o dia inteiro e nem perceber.

Na Exhibition Road, rua lateral ao V&A, fica o Comptoir Libanais, restaurante super simples, com mesas externas (exceto no inverno). Comida libanesa com porções generosas e tempero maravilhoso. Tem menu kids, mas nada de nuggets e afins: são pratos de tamanho reduzido do menu normal que inclui prato+bebida+sorvete. A parte de doces libaneses é de chorar as calorias ganhas <3 Pode-se comprar a comida para viagem e aproveitar uma sombra no Hyde Park para almoçar e descansar as pernas.

Se você almoçou no Comptoir ou no parque, continue a caminhada ou alugue uma bicicleta e chegue até a Serpentine Galleries, bem no centro do Hyde Park, sempre com mostras pequenas, mas super interessantes e aproveite o The Magazine Restaurant para um café, chá, drink 😉

serpentineThe Magazine – Projeto Zaha Hadid

Post publicado originalmente no Blog Embarque Autorizado no dia 17/10/2014

Follow:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.