Pérez museum e Wynwood em continuando a vibe “tentando gostar mais de Miami” separei um dia para visitar o museu e ir novamente ao bairro dos grafites, essa é uma forma boa de já matar dois itens da lista de passeios na cidade.

pérez museum e wynwood

Pérez Art Museum Miami ou simplesmente PAMM

O prédio é bem sensacional projeto dos incríveis Herzog & de Meuron autores de outros projetos de museus espetaculares pelo mundo como o Tate Modern de Londres e o Caixa Forum de Madrid entre outros. Em todas as fachadas do prédio vemos as instalações paisagísticas do francês Patrick Blanc, os jardins pendurados são realmente maravilhosos.

Achei o acervo permanente com obras do século XX e XXI bem acanhado. Já as mostras temporárias estavam excelentes em particular a de Julio Le Parc e Sarah Oppenheimer. Amei muito mesmo, por isso ao programar sua viagem consulte o site para saber as exposições do período. A lojinha do museu é incrível cheia de opções legais de livros e objetos decorativos. O museu tem um pequeno e simples café e um restaurante.

Se for fã de basquete a poucos metros do museu fica a Arena American Airlines casa do time Miami Heat com uma loja imensa do time.

Wynwood Arts District

Depois do museu parti para passear em Wynwood, que fica a menos de 10 minutos do museu. O bairro é conhecido pelos grafites, restaurantes e lojas de todos os tipos. Almocei no Joey’s um restaurante italiano pequeno e simples, as mesas da área externa são bem agradáveis.

O programa aqui é passear pela 2nd Avenue entre a 22th Street e 29th Street onde estão concentradas a maioria das galerias de arte e lojas. Também tomei um iced coffee delicioso no Mister Block Cafe. O site The Wynwood Walls reune uma pequenas biografia de vários grafiteiros com obras pelo bairro.

Follow:

1 hotel south miami beach

Estou quase, apenas quase mudando um pouco de ideia com relação a Miami. Já estive na cidade muitas vezes e depois de um hiato de 20 anos, em Abril de 2015 voltei à Miami e continuei achando tudo muito bléh.

Já dessa vez pude escolher o hotel e fui parar em South Miami Beach o que fez a maior diferença e o escolhido foi o 1 Hotel. Já aviso, amei o hotel, amei as piscinas, a praia e o serviço, será enxurrada de fotos! Vem comigo que o post é longo.

Ahhh cliquem nas fotos que elas abrirão uma galeria grandona e linda <3

O lobby.

O lobby é lindo e grande com vários pequenos ambientes com sofás super confortáveis, todo fim do dia rola música ao vivo e drinks no bar ao fundo, tipo amor eterno. Também tem uma floricultura incrível, uma loja multimarcas de roupa e uma cafeteria, a Native Made ótima para quem quer um lanche no meio do dia ou um café da manhã mais rápido, tudo num esquema comida saudável.

No restaurante Beachcraft anexo ao lobby são servidas refeições desde o café da manhã sistema buffet, ultra completo e delicioso até o jantar.

O quarto.

O quarto que fiquei foi o The King Bed with Balcony, com vista para a cidade portanto um pouco mais barato que os com vista para o mar. A decoração toda em tons de cru e areia deixa o ambiente super confortável, o quarto é super espaçoso com ambiente de estar, trabalho e a área da cama, além de um closet bem espaçoso para duas pessoas. Cama e travesseiros ótimos, acústica do quarto perfeita, mesmo com festa e barulho de trânsito não se escuta nada. O banheiro com chuveiro separado da banheira, pia e espelhos grandões ótimos pra fazer maquiagem.

Os amenities eram todos em tamanho gigante o que eu acho particularmente divino, é um saco brigar com mini tubos de shampoo e sabonetes microscópicos, além de ser ecologicamente mais correto. O hotel inteiro tem essa vibe sustentável. No quarto não existe blocos de papel e pastas de cardápios por exemplo. Toda a comunicação é feita através de um smartphone que conecta todos os serviços do hotel. O frigobar é super completo com champagne Taittinger por exemplo, cafeteira Nespresso e torneira de água potável, além de uma seleção muito boa de snacks saudáveis.

As piscinas.

São 3 piscinas no hotel. Uma situada no rooftop, nessa a idade mínima para frequentar é 21 anos, conta com um bar e restaurante de sushi e aceita convidados, então se você quiser passar o dia sem ser hóspede do hotel é uma boa pedida. Pra quem viaja sem crianças e quer sossego é ideal.

A piscina principal fica no vão central do hotel é enorme e linda, nessa crianças são liberadas, conta com vários bangalôs e ambientes com espreguiçadeiras, lá também fica o The Sand Box, restaurante de saladas, sanduíches e pratos rápidos pra quem quer almoçar na piscina. E por fim a terceira piscina em raia para quem quer praticar natação fica num nível entre a praia e a piscina principal e tem mais um restaurante ao lado dela.

Águas aromatizadas, toalhas, protetor solar estão à disposição de todos os hóspedes em todas as piscinas. Eu amei o serviço, achei super presente sem ser invasivo sabe? E na alta temporada mesmo você sendo hóspede é bom solicitar reserva de espreguiçadeira porque fica bem cheio e o esquema lá é mega organizado, só senta depois de dar o número do quarto para a equipe de piscina.

A praia.

O serviço de praia funciona mega organizado também, tem área destinada para as crianças com brinquedos e sombra para os menores. De hora em hora servem refrescos de cortesia e tem um cardápio legal de drinks e comidinhas. O hotel tem também uma faixa de areia interna com quadra de volei, futebol, mais espreguiçadeiras, chuverões de água doce e redes para fazer vários nadas <3

Depois de tudo isso eu até comecei a gostar um pouquinho de Miami!! hahaha Eu fiz essa viagem sem filhos mas indico muito esse hotel para quem viaja com crianças, tem muitas atividades para toda a família e com certeza todos aproveitarão muito.

Follow:

O Sixty Soho Hotel fica super bem localizado num dos bairros mais legais de Manhattan, foi a primeira vez que meu hospedei nele e gostei muito. Vários restaurantes, cafés e bares ótimos ao redor, além das ótimas lojas do Soho, eu amo porque gosto de jantar na medida do possível sempre próximo ao hotel onde estou hospedada.

O café da manhã achei bem mediano e não era incluso na diária então aproveitei para experimentar vários lugares vizinhos o que foi ótimo.

sixty01

Lounge da recepção

sixty02

The Gordon Bar

sixty06

Vista do Rooftop

No rooftop do hotel tem um bar muito legal que fica bem cheio no por do sol e à noite, ótimo para um drink antes ou após o jantar, a vista de lá é incrível e cheio de gente interessante.

sixty03

Cama e travesseiros super confortáveis

sixty04

Quarto e banheiro com tamanhos ótimos em se tratando de NYC e um frigobar com uma seleção de produtos e bebidas deliciosa! Também tem serviço de turn down.

sixty05

Só delicias comestíveis, kit cura ressaca, adaptador de tomada e até calcinhas descartáveis.

Achei o serviço do hotel super atencioso, num dos dias tive que sair muito cedo, antes do horário de abertura dos restaurantes e eles foram uns queridos em providenciar uma bandeja de cafés e torradas bem caprichada e entregue pontualmente.

 

Follow:

Descobri a Sullivan Street Tea & Spice Company sem querer andando pela Sullivan Street, na vitrine peças enormes de sal rosa do Himalaya, achei lindo e resolvi entrar pra conhecer.

Eles vendem de um tudo, ervas, chás, sais de todos os tipos, velas, acessórios de chá um paraíso na terra. Fuçando o site deles descobri um assinatura de chás, todo mês os assinantes recebem uma seleção de chás de acordo com suas preferências, achei o máximo, queria morar em NYC nessas horas.

As embalagens de papel são todas de material reciclado e os frascos de vidro uma vez comprados podem ser reabastecidos quando o produto acabar, pagando-se só o conteúdo. E a loja funciona num esquema meio self-service, só alguns produtos que são manuseados pela vendedora, o restante o cliente mesmo se serve e coloca no tamanho e tipo de embalagem quiser.

sullivan01

sullivan03

Ervas, flores, tudo de enlouquecer

sullivan04

As barras maravilhosas de sal do Himalaya

sullivan02

On Sullivan

Sullivan Street Tea & Spice Company

208 Sullivan Street
New York, NY 10012

Follow:

O Cheesecake ou A Cheesecake?

Eu chamo de O porque bolo (cake) é masculino mas tem um parte da população que encara ele como uma torta portanto o chamam de A. Mas o que importa mesmo é que Nova Iorque é a casa do cheesecake e graças à dica da minha amiga Luciana de Oliveira experimentei um dos melhores. A Lu tem uma página no Facebook a Fogão Vermelho com receitas ótimas e em breve lançará um site com uma biblioteca de receitas enorme.

Eileen’s Special Cheesecake é daquelas bibocas adoráveis que ficam normalmente em áreas caóticas da cidade. A loja é minúscula e fila na porta é bem normal, eles servem em tamanhos individuais e grandes para serem levados para casa, as coberturas são várias, experimentei a de cerejas e de blueberry ambas deliciosas e na quantidade certa, a base de bolacha é fininha e o creme de queijo parece uma nuvem de tão leve e muito queijudo sabe? Em nada parecido com aquele tijolão daquela tal Fábrica de Cheesecake.  Ahh e agora no verão tem iced coffee ótimo.

 

 

 

 

 

Eileen’s Special Cheesecake

17 Cleveland Place

New York, NY 10012

Follow: