Onde comer em NYC? Gente esse é o terceiro post de faço sobre o assunto, estou ficando sem criatividade para os próximos títulos. Favor deixar sugestões nos comentários!!

Fiz no mesmo esquema lista rápida os lugares que fui em NYC na última viagem, alguns eu já conhecia e outros foram novidade, post legal para favoritar e acessar rápido quando estiver na cidade.

Dica importante principalmente para o jantar, façam reservas em todos os restaurantes, não importa estilo ou preço, os lugares gostosos em NYC vivem lotados. Eu tenho o app do Open Table e faço tudo por ele, bem prático e o próprio app joga a reserva no calendário do nosso telefone. (Sim, já cheguei em restaurante em dia errado porque anotei a reserva sozinha)

Para o almoço reservas são necessárias se você quiser fazer a refeição no horário mais concorrido, normalmente entre 12:30 até 13:30 ou em lugares da moda, os restaurantes lotam. Normalmente eu almoço um pouco mais tarde e nunca tenho muito rumo então acabo não reservando.

Muitos dos lugares que fui tem livros lindos, de receitas, de decoração e de histórias de vida. Clicando nos títulos dos livros já direciona para o site da Amazon, mais organizado e fácil impossível.

Russ & Daughters Cafe – Lower East Side

A loja original fundada em 1914 por Joel Russ, um imigrante judeu em NY, é administrada pela quarta geração da mesma família e faz parte do Registro Nacional de Lugares Históricos, para ler em detalhes toda a história acesse esse link Russ & Daughters Cafe. O novo cafe inaugurado em 2014 é uma opção deliciosa para almoçar, para quem gosta de peixes defumados, bagel e especialidades judias é incomparável. Eu pedi um clássico bagel com salmão e creme azedo e o Alê um Eggs Benedict com salmão, tudo acompanhado por uma taça de vinho.

Livro – Russ & Daughters: Reflections and Recipes from the House That Herring Built

Russ & Daughters Cafe

127 Orchard Street – NYC – New York 10002

Ludlow Coffee Supply – Lower East Side

Está pela área do Lower East Side e quer um café delicioso? Pode confiar no Ludlow, além dos ótimos cafés com várias opções de leites vegetais eles também tem pães doces e salgados deliciosos. Nos primeiros horários da manhã forma-se fila na porta. Ótimo wifi e sofás confortáveis para quem quiser trabalhar ou fazer alguma reunião. Como meu hotel ficava ao lado aproveitei todos os dias.

Ludlow Coffee Supply

176 Ludlow Street  – NYC – New York

Freemans – Lower East Side

A primeira vez que fui ao Freemans há anos atrás ele ainda tinha toda uma áurea de mistério. Um restaurante sem endereço, no fundo de uma viela num bairro ainda pouco explorado pelos turistas. Lembro que conseguir uma reserva foi difícil. O jantar foi incrível, restaurante lotado de gente interessante e comida deliciosa, o menu é composto de várias entradas, pratos e acompanhamentos a maioria para dividir. Os drinks do bar são sensacionais. Dessa última vez fui almoçar, já era tarde e só tinha minha mesa e uma outra, consegui tirar muitas fotos e ver todos os detalhes da decoração. Meu sanduíche de peru com pão de brioche estava delicioso mas o que brilhou mesmo foram as torradas com creme de queijo gorgonzola e salada de rúcula com limão, sensacional. O livro de decoração do restaurante é maravilhoso.

Livro – Freemans: Food and Drink * Interiors * Grooming * Style

Freemans Restaurant

END of Freemans Alley

Freemans Alley fica na Rivington Street entre Chrystie Street e Bowery Street no Lower East Side.

Jack’s Wife Freda – Soho

O Jack’s Wife Freda é ótimo para quem está passeando pela cidade sem horário rígido porque serve um cardápio bem variado com pratos que se encaixam do café da manhã até o jantar com panquecas, saladas e sanduíches. Durante os horários de pico é bem cheio então sempre vou em horários alternativos. Tem duas unidades, uma no Soho e outra em Greenwich Village. Como a NewYork Mag definou a cozinha é “South African Israeli Jewish Grandmother Cuisine”, uma miscelânea de influências que deu muito certo.

Livro – Jack’s Wife Freda: Cooking From New York’s West Village

Jack’s Wife Freda

224 Lafayette Street – New York – NY

Van Leeuwen – East e West Village, Nolita, Bowery, Willianburg, Brooklyn e trucks pela cidade.

Nascida no Brooklyn, a Van Leeuwen virou febre em NY, sorvetes artesanais, com matéria prima orgânica e de fornecedores locais além de muitos sabores veganos realmente deliciosos. São várias lojas espalhadas pela cidade e dos food trucks. Os supermercados Whole Foods vendem potes lindos!!! Amo embalagens. Meus sabores favoritos são os clássicos vanilla e café, dos exóticos gosto do matcha. O livro além de receitas conta a história da sorveteria.

Livro – Van Leeuwen Artisan Ice Cream Book

Van Leeuwen Artisian Ice Cream

La Mercerie Cafe – Soho

O La Mercerie é um pequeno café e restaurante dentro da incrível loja de decoração Roman And Willians Guild eu fui para o café da manhã mas quero voltar para experimentar o almoço. O cardápio é pequeno e com bons pratos clássicos, crepe, salmão defumado com blinis, tábua de charcutaria e queijos, ovos em cocote com creme de cogumelos, esse estava divino, foi o que pedi. Além de croissants, bolos e pães doces. Se você não quiser sentar eles também tem a opção de pedir direto no balcão para viagem.

La Mercerie Cafe

55 Howard Street – New York – NY

Estela – Lower East Side

O curriculum dos dois sócios é impressionante, Thomas Carter foi diretor de bebidas do Blue Hill at Stone Barns por seis anos além de trabalhado com Alain Ducasse. O Chef é Ignacio Mattos, uruguaio, discípulo de Francis Mallman e Alice Waters no Chez Panisse. Resumindo o jantar em uma palavra, fantástico. O restaurante é pequeno, lotado (tem que reservar), com decoração super simples mas a comida deixando espaço para a comida brilhar, acho que nunca comi um steak tartar tão sofisticadamente picado e com um tempero tão delicioso. Pedimos o exótico ricotta dumplings com cogumelo e pecorino sardo que nada mais são do que nhoques de ricotta com um caldo e lâminas de cogumelos paris cru absolutamente divino.

Livro – Estela

Estela NYC

47 E. Houston Street, New York, NY 10012

Prune – Lower East Side

Ahhh o Prune, me apaixonei por ele quando li Sangue, Ossos e Manteiga. A Educação Involuntária de Uma Chef Relutante, que conta a estória de Gabrielle Hamilton, a chef e proprietária do restaurante, o livro é uma leitura deliciosa sobre as agruras de ser chef e mulher. E o restaurante é pura delicadeza. O cardápio muda constantemente, com pratos aparentemente simples porém executados à perfeição. Vive cheio portanto se quiser uma mesa faça reserva antes. Dessa vez decidimos ir de última hora e conseguimos dois lugares no balcão do bar após uma pequena espera. Todo o staff do restaurante é muito simpático, adoram contar sobre os pratos e drinks. A comida nem preciso dizer, é incrível, restaurante que a gente sai feliz.

Esse é o livro do restaurante Prune, com fotos maravilhosas e receitas idem.

Prune

54 East 1st. Street

The Modern – Midtown

O The Modern é o restaurante do MoMa, é lindo e sentar numa das mesas perto dos vidros que dão vista para o pátio interno do museu é incrível. Dessa vez achei o tempo do jantar um pouco longo. O sistema é menu fechado podendo escolher entre 4 ou 8 tempos incluindo a sobremesa. Escolhemos a opção de 4 tempos, imagino que a opção de 8 tornaria o jantar uma eternidade. Mas mesmo assim acho uma opção incrível para um jantar comemorativo. Os drinks no bar são ótimos e para quem não quiser um jantar formal há também a opção das mesas do bar com um cardápio exclusivo para elas. No momento em que fizer sua reserva especifique para qual tipo de jantar pretende.

The Modern

9 W 53rd Street New York, NY 10019
212-333-1220

Onde comer em NYC? Outros posts deliciosos aqui.

RESTAURANTES EM NYC – JULHO 2017

MINHA LISTA DE 13 RESTAURANTES EM NY

MARIE BELLE CACAO BAR & TEA SALON

O CHEESECAKE OU A CHEESECAKE?

THE CUPPING ROOM CAFE

Follow:

O 25Hours Bikini Hotel em Berlim é um exemplar do que está sendo chamado de millennial hotel e eu amo essa proposta. Tendo isso em mente garanto que você vai amar se hospedar nesse hotel que é a cara da Berlim atual.

Uma breve explicação sobre o que é um Millennial Hotel

Hotéis contemporâneos, com uma proposta jovem. Então não espere um ambiente tradicional.

São hotéis que oferecem além de conforto e bom serviço, uma internet gratuita e super veloz, decorações com a clara proposta de serem altamente instagramáveis (amo muito). Ambientes de lobby e bares abertos aos não hóspedes sem que isso afete a privacidade dos hóspedes. Muitos tem lounge com cafés e ambientes para reuniões de trabalho no melhor estilo coworking.

São preocupados e realizam ações para minimizar a geração de lixo. Usam produtos de higiene orgânicos. Em seus restaurantes dão preferencia aos fornecedores de alimentos locais. Pratos vegetarianos e veganos figuram em seus cardápios com naturalidade.

Podem ser de qualquer categoria, inclusive luxo, como é o caso do 1 Hotel Brooklyn Bridge, onde me hospedei em 2017.

25Hours Bikini Hotel

A localização achei ótima, no coração da Berlim Ocidental ao lado da estação Bahnhof Zoologischer Garten onde inclusive tem terminal de ônibus com linha direta para o aeroporto, mega prático. E com uma das vistas mais incríveis para Tiergarten e o Zoologischer Garten.

Para quem gosta de compras é um prato cheio, o Bikini Beriln, onde fica o hotel, é um complexo de lojas inaugurado em 1957 e foi revitalizado em 2014. A seleção de lojas e novos designers é incrível, além de muitas opções de restaurantes. Para quem é de São Paulo o complexo lembra bastante o Conjunto Nacional na Avenida Paulista.

25hours bikini hotel

Pertinho também da Tauentzienstraße , rua com muitas lojas que amamos, Adidas, Nike, Zara, Uniqlo, Lego Store, & Other Stories, Douglas ( a Sephora alemã) e a Incrível KaDeWe, a loja de departamentos mais chique da Alemanha.

Ele não fica no bairro badaladinho de Berlim, o Mitte mas com a incrível malha de metrôs, trens e trans isso não foi problema. Meu sonho morar numa cidade com um sistema assim. Para traçar os trajetos sempre uso o google maps e foi uma facilidade.

Algumas facilidades, internet rápida e gratuita em todo o hotel, modem wifi gratuito para os hóspedes usarem na rua. Bicicletas gratuitas, Minicooper à disposição, precisa agendar o uso do carro. Conta também com academia e sauna.

O Quarto

O meu quarto era um Jungle L, os Jungle tem vista para o parque e os Urban vista para a cidade. Quarto bem confortável e espaçoso com ambiente de estar com sofá, poltrona e rede de balanço. Cama no estilo tatame no chão, isso é importante saber, nem todo mundo gosta. Banheiro integrado ao quarto, com banheira separa da ducha, item importante também. Frigobar com os essenciais, águas saborizadas, sucos e vinhos. Nichos para guardar roupas e varão com cabides.

Minha única crítica ao quarto foi com relação à péssima iluminação da pia do banheiro. Durante o dia eu me maquiava próxima à janela e à noite tinha que acender a lanterna do telefone. Um verdadeiro pesadelo para quem gosta de se maquiar e um perigo para os homens que tem que se barbear na semi escuridão.

O NENI Restaurant

O NENI também está em alta em Berlim, fica ao lado do Monkey Bar portanto com uma vista linda da cidade. Eu só o frequentei no café da manhã que funciona no sistema buffet. São duas ilhas, uma com as opções quentes, com ovos, salsichas, bacon, tomates e batatas. A outra com queijos divinos, frios, iogurtes, geléias e muitos pães doces e salgados. Aliás voltei apaixonada pela panificação alemã.

O Monkey Bar

O bar do rooftop vive lotado e a fila para entrar está sempre cheia não importa o dia da semana mas os hóspedes tem acesso direto usando a chave do quarto. Um balcão de bar enorme no centro e várias poltronas,  almofadas e pequenas mesas funcionam no esquema sentem-se onde tiver lugar. Mesmo que você não se hospede no hotel vale à pena ir ao bar, mega animado.

O Lobby

Eu amei o lobby que funciona como um grande espaço de convivência. Vários sofás, redes, almofadas estão espalhados por todo ele. Computadores e impressoras à disposição dos hóspedes. Tem também um pequeno café que serve sanduíches, bolos, bebidas quentes e alguns drinks e vinhos. Além da loja fofa do hotel com uma curadoria de produtos bem ótima.

E aqui o post sobre os restaurantes que fui em Berlim.

Restaurantes em Berlim, comer gastando pouco.

Follow:

Onde se hospedar em Trancoso? Minha resposta é no Quadrado e vou explicar o por quê.

Porquê o Quadrado é um charme sem fim. É para o Quadrado que todos vão no fim do dia para passear, jantar e ver o tempo passar. Onde estão os melhores restaurantes de Trancoso, lojas, sorveterias, cafés, docerias. E nada mais prático do que você terminar a noite e estar à apenas alguns passos do seu hotel ou pousada.

Existem basicamente duas áreas de hospedagem em Trancoso. As pousadas e hotéis nas praias tendo-se dessa forma que usar taxi à noite para ir e vir do Quadrado, não aconselho fazer o trajeto a pé a noite. E as pousadas e hotéis no Quadrado e arredores dele.

Eu gosto de me hospedar no Quadrado e ir a pé para a praia durante o dia que é bem tranquilo. Se você não quiser descer á pé tem a opção de taxis que fazem esse trajeto durante todo o dia.

Mas vamos ao que interessa, as minhas dicas de onde se hospedar em Trancoso. Visitei várias pousadas e casas durante o Carnaval e montei essa lista com o que achei de mais legal e charmoso.

Pousadas no Quadrado

Casas da Silvana

A Silvana é talvez uma das mais antigas empreendedoras do Quadrado, desde 1981 é dela um dos melhores restaurantes do Quadrado, o Silvana e Cia., ela também é proprietária do Silvana e Cia. Praia na Praia dos Coqueiros e para finalizar possui um conjunto de chalés no Quadrado para alugar. Quase ao lado do restaurante. Visitei alguns deles pois uma amiga minha estava hospedada num deles. Todas as suítes são decoradas com bastante charme, tem ar condicionado, wifi, cozinha completa. Opção legal para famílias.

Silvana & Cia.

Hospedaria do Quadrado

A Hospedaria do Quadrado é uma pequena pousada de apenas 4 charmosas suítes. Quartos confortáveis e espaçosos, equipados com frigobar, wifi e ar condicionado. Servem o café da manhã na mesa externa no Quadrado, mais delicia impossível.

Hospedaria do Quadrado

Segredos de Trancoso

A Segredos de Trancoco é a última propriedade do Quadrado, fica ao lado da Igreja e tem a vista mais sensacional do mar. São apenas 4 chalés, pequenas casinhas caiçaras com terraços, varandas e um charme absurdo. A piscina é de tirar o fôlego. O café da manhã é servido em cada casa.

Segredos de Trancoso

UXUA Alma

O que falar da UXUA, simplesmente a melhor e mais luxuosa pousada de Trancoso, farei post exclusivo contando tudo sobre ela e todos os serviços maravilhosos que oferece. E luxo entenda como serviço impecável, decoração de imenso bom gosto, roupa de cama e banho Trousseau, tudo bem maravilhoso mesmo. Mas por enquanto deixo aqui uma das casas no Quadrado que é administrada pela UXUA. Eles tem um portfólio com várias casas de diversos tamanhos, todas impecavelmente decoradas e equipadas. Algumas casas tem piscina privativa, todas com wifi, serviço de camareira e arrumação diária e óbvio ar condicionado.

UXUA casa hotel & spa

Casa Anderson UXUA

Capim Santo

A Capim Santo também é uma das mais antigas e tradicionais do Quadrado, a entrada fica num beco no final da praça, são 20 acomodações divididas em bangalôs, apartamentos e suítes. Todos de um bom gosto incrível e com a cara de Trancoso. A piscina é linda, oferece transfer in/out aeroporto, academia e estacionamento se você preferir alugar um carro em Porto Seguro. O restaurante é um caso à parte, oferece o melhor buffet de café da manhã, aberto também a não hóspedes e à noite o jantar com música boa ao vivo é um dos programas imperdíveis. Para o jantar é sempre bom ligar no dia anterior e fazer reserva. E se você quiser ter um gostinho de Trancoso em São Paulo vá almoçar no Restaurante Capim Santo, Alameda Ministro Rocha Azevedo, 471 telefone 11-3089-9500 / 98189-0082.

Capim Santo

 

Casas da Lia

Num único e enorme terreno estão espalhadas as diversas casas e bangalôs da Lia. Para quem tem uma familia grande ou pensa em viajar com grupo grande de amigos é uma opção ótima. Imagina fechar todas as acomodações para o seu grupo? Tem wifi, piscina, ar condicionado, serviços de arrumação, cozinheiras e segurança. A entrada fica na última rua do Quadrado, a descida para a praia, pertinho da igreja.

Casas da Lia

Morena Casa e Hotel

Uma opção mais simples e por isso com um preço mais acessível mas cheia de charme também. A Morena Casa e Hotel também fica de frente ao Quadrado. São Suítes e Casas completas de diversos tamanhos que dividem o mesmo jardim com vista incrível para o mar. Com todas as comodidades, wifi, ar condicionado e café da manhã incluído na diária que pode ser servido na sua casa ou na área comum.

Morena Casa e Hotel

E aí, já sabe onde se hospedar em Trancoso?

 

 

 

Follow:

Aproveitei minha escala em Dubai na volta das Maldivas para conhecer o novíssimo Louvre Abu Dhabi, estava super curiosa para conhecer esse projeto do arquiteto francês Jean Nouvel. Nouvel é autor da intervenção do Museu Reina Sofia em Madrid, Instituto do Mundo Árabe em Paris, Fundação Cartier em Paris e o novo Le Bains de Docks entre outros inúmeros projetos pelo mundo.

O museu é uma parceria de 30 anos firmada entre os Emirados Árabes e França. Durante esse período acontecerá um intercâmbio de obras de arte entre os países.

A construção durou 10 anos e o projeto criou uma ilha artificial onde estão os diversos prédios do museu, auditório, museu infantil, galerias e oficinas são alguns deles. Tudo isso circundado pela água do Golfo Pérsico e protegido pela incrível cúpula que filtra a luz natural e cria diferentes sombras nos pátios internos.

O emirado de Abu Dhabi pretende se tornar um polo de arte e cultura no Oriente Médio e a construção do museu é só uma etapa desse projeto ambicioso. Por enquanto o acervo próprio é bem pequeno, a maioria das obras expostas são empréstimos de outros museus do mundo.

Louvre Abu Dhabi

 

Dicas práticas para organizar a visita:

  • A compra de ingressos pode ser feita diretamente no site do museu. Compre com antecedência para evitar filas. Louvre Abu Dhabi
  • A viagem à partir de Dubai dura aproximadamente 1:30 hora. E é bem tranquila, estrada ótima.
  • Reserve pelo menos 2 horas para conhecer o museu.
  • Reserve um dia inteiro de passeio por Abu Dhabi com motorista privativo, diversas empresas prestam esse serviço em Dubai.

Combine sua vista ao Louvre com:

  • Visita à Sheikh Zayed Gran Mosque (Grande Mesquita), a maior e mais importante mesquita de Abu Dhabi. Leia esse post da Mayte sobre a mesquita, está incrível.

    MESQUITA AL ZAYED EM ABU-DHABI – UM SONHO QUE VOCÊ TAMBÉM TEM QUE VIVER!

  • Ferrari World, parque temático e museu para os aficcionados em automobilismo. Com a montanha russa mais rápida do mundo.
  • Yas Mall, shopping center no mesmo complexo que o Ferrari World, boa opção para almoçar e fazer algumas compras, o shopping é bem completo e muito mais vazio e agradável do que os shoppings de Dubai. Tem até churrascaria brasileira para quem estiver na fissura.
Follow:

Quando comecei a pesquisar hotéis em Washington logo percebi que a localização que queria era Georgetown e pesquisando pela região achei o Rosewood Georgetown.

O bairro

O hoje bairro, foi até 1871 um município independente e mais antigo que a própria cidade de Washington. A arquitetura colonial americana com suas construções coloridas de madeira é a grande responsável por todo o charme de Georgetown.

Apesar de ficar afastado de downtown Washington e de todos os museus e principais atrações turísticas da cidade o acesso é muito fácil e rápido. De taxi cerca de 15 minutos ou ônibus que usei algumas vezes e foi super prático.

Não me empolguei muito com Washington e se não fosse a nossa hospedagem em Georgetown nossa estadia na cidade teria sido um completo fiasco. A cidade é bonita, limpa e organizada mas mas não nos conquistou. Achei sem charme, sem pulsação. Estava com expectativas muito altas, valeu a viagem mas é uma cidade que não voltaria novamente.

Georgetown em compensação é charme que não acaba mais. Um dos bairros mais caros da região, concentra em suas principais ruas e avenidas lojas de grandes marcas, bares, cafés charmosos e restaurantes. Passear e jantar por ali foi o nosso programa todos os fins de tarde e noites que estivemos na cidade.

O bairro é delimitado em um dos seus lados pelo Georgetown Waterfront Park às margens do Rio Potomac. Lugar lindo para passear no fim do dia e praticar esportes.

O hotel

O Rosewood Georgetown é um hotel pequeno, bem no coração do bairro às margens do C&O Canal. São só 49 quartos. A rede Rosewwod assumiu o hotel em abril de 2016.

Ele tem um bar no rooftop bem gostoso para um drink ou uma refeição rápida. A piscina é bem pequena e no meio do rooftop, não achei convidativa. Tem também uma academia bem pequena mas com equipamentos novos e muito bons.

O check-in é feito no pequeno hall em frente aos elevadores, achei simpático mas um pouco demorado. Adjacente aos elevadores fica uma sala de estar/leitura super confortável. Café Illy, água, macarrons, frutas e croissants ficam à disposição dos hospedes o dia inteiro sem custo adicional nessa sala.

O quarto

Todos os quartos do Rosewood Georgetown tem piso de madeira, amo. Cafeteira Illy com capsulas cortesia, amo mais ainda. O frigobar tem uma variedade ótima de bebidas e os snacks são todos muito bons. São dois os serviços de arrumação, o da manhã e o turn down em ambos eles reabastecem garrafas de água mineral cortesia. Tipo de coisa simples que todos os hotéis deveriam adotar, água de graça para os hóspedes.

Banheiros muito confortáveis e espaçosos, inteiros de mármore. Iluminação ótima, para quem faz maquiagem esse é um item importantíssimo! Amenities Bottega Veneta em tamanhos ótimos, sabonetes grandes tanto na pia como no chuveiro.

Camas e travesseiros muito confortáveis com lençóis de algodão puro e edredom de plumas delicioso. Nas mesas de cabeceira e na mesa de trabalho tomadas e entrada USB, várias!!!

O restaurante e bar

O café da manhã é servido a la carte no único restaurante do hotel, serviço impecável e comida excelente. O cardápio não é muito extenso mas contempla as principais opção de café da manhã. Sucos, frutas, panquecas, omeletes feitos de acordo com o gosto do cliente, cesta de pães e torradas muito boas, geléias francesas. E aquele esquema que amo, é só pedir um copo descartável e sair do restaurante com um refil enorme de café para iniciar o dia.

O bar logo na entrada do hotel é lindíssimo e a partir das 16:00 o movimento dele aumenta, é freqüentado não só pelos hóspedes mas também por locais.

Outras ótimas opções de hotéis em Georgetown

The Ritz Carlton Georgetown

Four Season Washington DC

The Avery Georgetown

The Georgetown House Boutique Inn

 

Follow: