Quando comecei a pesquisar hotéis em Washington logo percebi que a localização que queria era Georgetown e pesquisando pela região achei o Rosewood Georgetown.

O bairro

O hoje bairro, foi até 1871 um município independente e mais antigo que a própria cidade de Washington. A arquitetura colonial americana com suas construções coloridas de madeira é a grande responsável por todo o charme de Georgetown.

Apesar de ficar afastado de downtown Washington e de todos os museus e principais atrações turísticas da cidade o acesso é muito fácil e rápido. De taxi cerca de 15 minutos ou ônibus que usei algumas vezes e foi super prático.

Não me empolguei muito com Washington e se não fosse a nossa hospedagem em Georgetown nossa estadia na cidade teria sido um completo fiasco. A cidade é bonita, limpa e organizada mas mas não nos conquistou. Achei sem charme, sem pulsação. Estava com expectativas muito altas, valeu a viagem mas é uma cidade que não voltaria novamente.

Georgetown em compensação é charme que não acaba mais. Um dos bairros mais caros da região, concentra em suas principais ruas e avenidas lojas de grandes marcas, bares, cafés charmosos e restaurantes. Passear e jantar por ali foi o nosso programa todos os fins de tarde e noites que estivemos na cidade.

O bairro é delimitado em um dos seus lados pelo Georgetown Waterfront Park às margens do Rio Potomac. Lugar lindo para passear no fim do dia e praticar esportes.

O hotel

O Rosewood Georgetown é um hotel pequeno, bem no coração do bairro às margens do C&O Canal. São só 49 quartos. A rede Rosewwod assumiu o hotel em abril de 2016.

Ele tem um bar no rooftop bem gostoso para um drink ou uma refeição rápida. A piscina é bem pequena e no meio do rooftop, não achei convidativa. Tem também uma academia bem pequena mas com equipamentos novos e muito bons.

O check-in é feito no pequeno hall em frente aos elevadores, achei simpático mas um pouco demorado. Adjacente aos elevadores fica uma sala de estar/leitura super confortável. Café Illy, água, macarrons, frutas e croissants ficam à disposição dos hospedes o dia inteiro sem custo adicional nessa sala.

O quarto

Todos os quartos do Rosewood Georgetown tem piso de madeira, amo. Cafeteira Illy com capsulas cortesia, amo mais ainda. O frigobar tem uma variedade ótima de bebidas e os snacks são todos muito bons. São dois os serviços de arrumação, o da manhã e o turn down em ambos eles reabastecem garrafas de água mineral cortesia. Tipo de coisa simples que todos os hotéis deveriam adotar, água de graça para os hóspedes.

Banheiros muito confortáveis e espaçosos, inteiros de mármore. Iluminação ótima, para quem faz maquiagem esse é um item importantíssimo! Amenities Bottega Veneta em tamanhos ótimos, sabonetes grandes tanto na pia como no chuveiro.

Camas e travesseiros muito confortáveis com lençóis de algodão puro e edredom de plumas delicioso. Nas mesas de cabeceira e na mesa de trabalho tomadas e entrada USB, várias!!!

O restaurante e bar

O café da manhã é servido a la carte no único restaurante do hotel, serviço impecável e comida excelente. O cardápio não é muito extenso mas contempla as principais opção de café da manhã. Sucos, frutas, panquecas, omeletes feitos de acordo com o gosto do cliente, cesta de pães e torradas muito boas, geléias francesas. E aquele esquema que amo, é só pedir um copo descartável e sair do restaurante com um refil enorme de café para iniciar o dia.

O bar logo na entrada do hotel é lindíssimo e a partir das 16:00 o movimento dele aumenta, é freqüentado não só pelos hóspedes mas também por locais.

Outras ótimas opções de hotéis em Georgetown

The Ritz Carlton Georgetown

Four Season Washington DC

The Avery Georgetown

The Georgetown House Boutique Inn

 

Follow:

Hoje o post é rápido só para mostrar algumas marcas de porta passaporte, carteira de viagem e acessórios que estou gostando muito.

Merci With Love

Já fiz algumas compras na Merci With Love e fiquei encantada com os produtos, tudo feito em couro em cores lindas e com a possibilidade de personalizar com nossas iniciais ou pequenos desenhos. Comprei alguns porta passaporte para presentear e foi um sucesso. Montei também um kit fofo com necessaire, tag para mala e porta passaporte que também ficou lindo! As compras são foram feitas através do site e tudo chegou no prazo e embalado com cuidado. Outros produtos lindos no instagram Merci With Love.

Dafna Edery

Conheci a Dafna Edery num dos muitos bazares de artesãos que acontecem em São Paulo. Comprei uma carteira bem compacta, perfeita para usar em viagens. Gostei tanto que aposentei minha carteira enorme e hoje em dia só uso ela. Cabe em qualquer tamanho de bolsa com tudo de essencial. As outras peças da Dafna também são lindas, porta cartões, porta passaporte, porta moedas, carteiras de vários modelos, tudo de couro em cores super bonitas. As compras podem ser feitas pelo site também ou fiquem de olho nos próximos bazares, só seguir no instagram para ficar sabendo Dafna Edery.

i.d.Bags

i.d.Bags ficou conhecida pelas famosas tote bags com monograma, são lindas e super versáteis, uso a minha muito, estou até pensando em comprar uma segunda em outra cor. Tenho também a mini carteira com monograma. Que agora tenho intercalado o uso com a da Dafna. Todas as peças são feitas num couro super macio delicioso de usar, as cores são vibrantes e alegres. As compras são feitas por e-mail e o atendimento foi bem eficiente.

p.s. e sempre lembrando que não é publi, quando for eu aviso, ok?

 

Follow:

Restaurantes em Berlim, vamos começar pelo que interessa não é mesmo?

Nesse post vou mostrar os restaurantes que gostei em Berlim, o que eles tem em comum é o ótimo preço. Nessa viagem não fui em nenhum restaurante super caro, nem super famoso. Apenas lugares interessantes com comida boa e preços ótimos.

Nos restaurantes em Berlim come-se muito bem gastando bem pouco, achei menus de dois pratos com uma taça de vinho por €12, pratos bem servidos por €4, €6 a €10 por exemplo.

A cidade vai muito além dos famosos Currywurst (salsicha, com catchup, curry e batatas fritas) vendidos no meio da rua.

Por ser uma cidade com muitas comunidades de imigrantes logicamente os restaurantes em Berlim refletem isso. Há restaurantes de todos os tipos de culinária, árabes, chineses, turcos, coreanos, vietnamitas, japoneses entre outros.

Curiosidade, achei que fosse encontrar litros de mostardas nos restaurantes, santa inocência. As batatas fritas são servidas sempre e apenas com maionese. O catchup aparece para acompanhar os hambúrgueres. A mostarda só é servida para acompanhar salsichas e encontrei alguns restaurantes que nem tinham mostarda quando solicitei. Depois descobri a gafe culinária, é uma heresia pedir mostarda para as batatas 😉

Dica importante, muitos restaurantes em Berlim só aceitam pagamento em dinheiro, portanto certifique-se antes de fazer o seu pedido e evitar constrangimentos.

House of Small Wonders

Nosso brunch de sábado em Berlim foi nossa última refeição na cidade e merece ser a primeira dica dessa lista. House of Small Wonders é daqueles lugares encantadores, serviço simpático e delicado. Comida sensacional com ingredientes orgânicos, produtos regionais e cardápio incrível com influencia japonesa, uma delicadeza sem fim. Após as 10:00 da manhã a fila aumenta, não fazem reservas, pagamento só em dinheiro. Mas garanto, o melhor e mais charmoso brunch de Mitte.

Spreegold

Fica no shopping do momento o Bikini Berlin. No andar superior funciona o restaurante, bom para toda hora, não precisa de reserva. Hambúrgueres, massas, saladas e grelhados. Experimentamos o de carne, o de frango empanado e o vegetariano, todos estavam ótimos. As batatas doces fritas que acompanham são maravilhosas. No andar térreo funciona um café ótimo para um doce no meio do dia ou tomar café da manhã, há também saladas em potinhos e sanduíches frios rápidos para consumir ali ou em algum banco de praça.

Clarchens Ballhaus

Esse antigo salão de baile de 1913 vale a visita pela beleza e clima antiguinho do local. Sentamos nas mesas externas, um pátio enorme no meio de muros semi destruídos e jardim gostoso. A programação dançante é intensa, verifiquem no site, infelizmente não tive tempo para ir num desses eventos. Almocei um Schnitzel com salada de batatas e molho de cramberry que estava ótimo, as pizzas que pedimos estavam gostosas mas nada de extraordinário, ele fica no coração de Mitte um dos bairros mais legais para passear a pé.

L’Osteria Bikini Berlin

O L’Osteria fica também no complexo Bikini Berlin, vive lotado e bem animado. As massas que pedimos assim como as pizzas estão ótimas. Jantamos nele na noite anterior à Maratona, os meninos precisavam comer muito carboidrato antes da corrida. Achei um ótimo local para grupos de amigos e famílias.

Monkey Bar

O bar do momento em Berlim, a partir das 22:00 a fila para entrar fica imensa então se não quiser enfrenta-la chegue até 21:30. Ele fica na cobertura do 25 Hours Hotel Bikini, onde me hospedei. O ambiente é lindo, tem uma vista bem legal da cidade, música ótima e vive lotado todos os dias da semana. Os drinks são ótimos e caros €12 a €16 em média. Não estranhem a foto com ele vazio, fotografei ele durante o dia antes de abrir.

restaurantes em berlim

Kartoffel Kiste

O Kartoffet Kiste é típico restaurante alemão, fica na galeria em frente ao hotel que me hospedei, boa opção para quem estiver passeando pelas lojas da Tauentzienstraße, ele não é visível pela rua, só o achei porque fui fuçar a galeria. Preço muito bom e comida bem feita. Exceto o nhoque que minha irmã falou que estava um pouco pesado, achamos os pratos alemães pedidos bem gostosos. O atendimento foi simpático e ágil.

Tung Long

Restaurante vietnamita, super barato, vive lotado. Os pratos são preparados ali mesmo atrás do balcão do pequeno salão. Restaurante mega simples mas a comida divina, super fresca e bem preparada. A familia dona do restaurante se encarrega do atendimento e são super simpáticos. Só aceita pagamento em dinheiro. Tem umas cervejas diferentes bem gostosas, experimentei uma tailandesa e uma de arroz.

Acht&Dreissig

Esse restaurante foi indicação do pessoal do Visit Berlin, escolhi o menu de almoço que incluía couvert com pão e um patê de mostarda, salada, prato principal e uma taça de vinho, tudo por €12. O restaurante é uma graça e a comida muito boa. Fica em Mitte na mesma rua da Neue Sinagogue.

Muse Berlin

Outro jantar ótimo que valeu a viagem até um bairro mais afastado, indicação do Visit Berlin. O Muse é bar e restaurante, mais uma vez ambiente lindo, música ótima e comida sensacional. O prato que o Ale pediu de queijos diversos foi o mais lindo. Os hambúrgueres chegam fumegando em chapas de ferro quente. O meu falafel estava divino também. Peça drinks, a carta é ótima. Também gostei muito de andar pelo bairro bem residencial, calmo e bonito, cheio de lojinhas interessantes.

Steel Vintage Bikes Cafe

Valeu andar uma quadra a mais e descobrir esse pequeno e charmoso café dentro de uma loja de bicicletas vintage. Ele fica perto do Memorial ao Holocausto e é uma ótima opção para quem quer fugir dos restaurantes pega turista (tenho pavor) que tem próximo ao Memorial. No cardápio saladas, sanduíches, bolos, cafés, tudo muito gostoso e de brinde uma loja que mais parece um museu.

YamYam

Restaurante coreano super simples também, bem cheio. O cardápio é enorme e o que ajuda são as fotos de todos pratos. Mais uma vez come-se muito bem gastando bem pouco nele. Pedi o típico Bibimbab, uma tigela de pedra fumegante com arroz, muitos vegetais, camarões e ovo frito. O típico PF coreano, delicioso mas mega apimentado, então cuidado! O legal aqui é que podemos escolher o tipo de carne (frango, camarões, carne vermelha) para compor vários pratos.

Safran

Outro restaurante que entramos sem querer e acabou sendo ótimo. O persa Safran fica em Kreuzberg, um bairro com muitos imigrantes e que vale explorar, são muitos bares e restaurantes étnicos espalhado por ele. Os pratos tem preços de €4, €6 a €10 e são muito bem servidos. Comida super saborosa, simples e bem familiar ao paladar brasileiro.

Duo Sicilian Ice Cream

Pausa estratégica após o almoço para um sorvete. Paramos na Duo porque tinha fila e o lugar era uma graça. Não nos arrependemos. Sorveteria orgânica, com vários sabores veganos, provamos os de pistache, chocolate belga, café e maracujá, todos deliciosos e bem italianos. Também fica em Kreuzberg, estávamos a caminho da East Side Gallery.

Café Smyrna Nuts & Bar

Outra pausa estratégica, um café e um doce no fim da tarde. Doces árabes ótimos, castanhas de todos os tipos, salgadas ou cobertas de chocolates. Café ótimo, wifi e banheiro limpo, é tudo o que precisávamos após caminhar a East Side Gallery inteira.

Berliner Republik

Cara total de restaurante pega turista, na margem do rio Spree, fomos por indicação do hostel onde minha irmã se hospedou. Apesar da primeira impressão a comida é realmente boa tanto é que fomos duas vezes. A maior dica que dou é não sentarem nas mesas externas, o cheiro do rio não é muito bom e pode atrapalhar a refeição. As mesas internas são bem melhores e o restaurante é mega animado.

KaDeWe Food Floor

Essa dica é batida mas vamos lá. Se você quiser comprar chocolates, geléias, biscoitos, vinhos, cervejas, queijos, salsichas e toda a sorte de produtos das melhores marcas alemãs, o andar gastronômico da icônica loja Kaufhaus des Westens ou simplesmente KaDeWe é o melhor local. Lá você também encontra um charmoso café, além de alguns corners para um almoço rápido e bem gostoso. Por mim não sairia mais de lá.

restaurantes em berlim

Fiz um mapa lindo (modesta) com todos os restaurantes em Berlim para facilitar a vida de vocês.

Com link para os sites de cada um deles!

Follow:

Como organizar necessaire de viagem? Parece complicado mas não é, a dica é manter tudo semi organizado para não esquecer nada.

Eu deixo os produtos em embalagem miniatura que uso durante as viagens organizados dentro das necessaires e só complemento com aqueles que uso no dia-a-dia. Assim fica bem prático.

Nesse post além da organização vou mostrar quais produtos uso e gosto muito. Então aparecerão mais de um produto por categoria, sou louca mas nem tanto, durante viagens escolho um só para levar. Entendido? Separei por assuntos, cabelo, corpo, rosto, maquiagem, acessórios e as necessaires.

Organizo sempre duas necessaires, uma para ir na bagagem despachada portanto sem limite de tamanho para os frascos e outra que levo na bagagem de mão com alguns produtos que uso durante o voo além das minhas maquiagens. Porque sou louca e não suporto pensar na menor possibilidade de perde-las numa mala extraviada.

Minha pele é sensível e já com sinais de envelhecimento (rugas afff), então os produtos que uso são indicados para ela, todas as marcas aqui citadas tem linhas de produtos para todos os tipos de pele e situações.

Meu cabelo é fino, pouco e tenho um pouco de oleosidade na raiz, no comprimento ele é mais seco e danificado (enfim uó). Portanto uso produtos para esse perfil e mais uma vez as marcas indicadas tem linhas especificas para cada caso.

No decorrer do post colocarei os links de todas as marcas ou lojas onde costumo comprar esses produtos. Muitos são vendidos aqui no Brasil e alguns só Estados Unidos ou Europa.

[ Necessaire de viagem bagagem despachada ]

Cabelo

necessaire de viagem

  • Mini shampoo e condicionador Santal 33 da Le Labo. Ando apaixonada por eles, perfume delicioso.
  • Spray protetor térmico Living proof, instant repair. Pra quem usa muito o secador de cabelos esse é sensacional.
  • Creme finalizador Living proof, instant repair. Textura ótima e deixa os cabelos com uma textura hidratada linda.
  • Creme finalizador Nexxus, Encapsulate Sérum. Uso no cabelo úmido, também deixa com textura hidratada.
  • Creme finalizador Nexxus, DD Créme, City Shield. Esse promete proteger contra a poluição, eu acredito.
  • Shampoo Phytocitrus Phyto, protege a cor, controla oleosidade e não resseca o cabelo além do cheiro maravilhoso.
  • Mini shampoo e condicionador Classic Shampoo Aesop, esse é de alecrim, maravilhoso.

As marcas Living proof, Nexxus, Phyto e Aesop são vendidas aqui no Brasil. Apenas a Le Labo que podemos encontrar nos Estados Unidos e Europa.

Corpo

necessaire de viagem

  • Perfume Vétiver, Prada
  • Perfume Le Jardin de Monsieur Li, Hermès
  • Desodorante sem perfume Secret, sem perfume, hipoalergênico.
  • Óleo corporal NUXE, com particular douradas porque gostamos de brilhar não é mesmo?
  • Hidratante Santal 33, Le Labo, bem intenso, ótimo para viagens no inverno.
  • Hidratante Rind Concentrate Body Balm, Aesop também ótimo para o inverno.
  • Hidratante Castanha do Brasil, Granado, gosto dele para pés e mãos.

As marcas Prada, Hermès, NUXE, Aesop e óbvio a Granado são vendidas aqui no Brasil. Apenas a Le Labo que podemos encontrar nos Estados Unidos e Europa.

Diversos

necessaire de viagem

  • Escova de dente CURAPROX, vocês já usaram? Sério, é a melhor escova de dentes, ultra macia, não machuca as gengivas. Vende no Brasil em várias farmácias.
  • Fio dental.
  • Creme dental Jason, todo orgânico glúten free, juro (parece piada), é ótimo. Comprei no Whole Foods.
  • Creme dental True White, Sensodyne, dos branqueados é o que mais gosto.
  • Pinça.
  • Lixa de unhas.
  • Cotonete.
  • Escova e elástico de cabelo.
  • Pads de algodão para retirar maquiagem.
  • Fashion Tape, That Girls, é o salvador da pátria do decote, são fitas adesivas cor da pele para segurar o decote no lugar. Vende no Brasil em várias farmácias.
  • Friction block, Band Aid, é o salvador dos pés, é uma especie de cera para passar nos pontos de atrito para o sapato não machucar.
  • Lâmina (não preciso entrar em detalhes nessa)

Extras

necessaire de viagem

  • Pain Relief Cream, CVS. Depois de um dia todo caminhando chegar no hotel tomar um banho e passar esse creme nos pés é praticamente a visão do paraíso.
  • Beach Defense, Neutrogena, simples, de farmácia mas um dos melhores protetores que já usei, fácil de espalhar, toque seco e bem resistente.
  • Sun Bum Cool Down, é um óleo em spray, maravilhoso para usar pós sol. Dá uma alivio para a pele e hidrata.
  • Tylenol, só pra lembrar de não esquecer a bolsinha dos remédios.

Todos os produtos foram comprados em farmácias comuns nos Estados Unidos.

[ Necessaire de viagem bagagem de mão ]

Rosto

necessaire de viagem

  • Eau de Beaute, Caudalíe, borrifo durante o voo para manter a pelo hidratada, pode ser qualquer água termal, essa gosto especialmente por ter um perfume de “elfos saltitantes na relva fresca”.
  • Mousse Nettoyante, Caudalíe, espuma de limpeza, ótima, suave e não resseca a pele.
  • Anti-aging Hydra Acids, Under Skin, hidratante para peles sensíveis, indicação ótima da minha dermatologista, estou adorando.
  • Água Termal, Evian, borrifo durante o voo, como essa não tem perfume uso até nos meninos, todos borrifados e hidratados durante as viagens.
  • C E Ferulic, SkinCelticals, combo sensacional de anti-oxidantes e hidratação intensiva para prevenção de rugas, vitamina C, vitamina E e ácido felúrico.
  • Sébium H2O, Bioderma, demaquilante ótimo para peles sensíveis, uso ele a anos.
  • Sebum Purifying Cleansing Foaming Gel, Bioderma, gel de limpeza para o rosto, suave e ótimo para pele oleosa.
  • Atoderm Lèvres, Bioderma, hidratante labial super forte, também uso durante o voo.
  • Rosebud Salve, Smith’s, outro hidratante labial, esse tem uma textura parecida com gloss, pode substituir o batom.
  • Primrose Facial Hydrating Cream, Aesop, outro hidratante de rosto que gosto muito, ótimo para peles sensíveis, aliás a Aesop é uma marca que amo, uso muitos produtos deles.
  • B & Tea Balancing Toner, Aesop, tônico calmante para peles sensíveis, ótimo para usar após lavar o rosto.

As marcas Caudalíe, SkinCelticals, Bioderma, Evian e Aesop são vendidas no Brasil. Em lojas próprias ou em redes de lojas de cosméticos. Under Skin é uma marca de dermocosméticos brasileira, vendida em farmácias ou no site. O Rosebud Salve compro nos Estados Unidos ou Europa.

Maquiagem

necessaire de viagem

necessaire de viagem

  • Shine Control Pressed Setting Powder, Laura Mercier, quem tem pele oleosa sabe da importância de um bom pó, esse cria uma camada super fina e imperceptível. Ele não tem cor.
  • CC Cream, Chanel, cor 20 Beige, uso há uns 4 anos, o bom é que tem fator de proteção 50 além da cor criar uma barreira física. A cobertura é ótima.
  • Brow Box Honey Pot, Urban Decay. Ótimo para esconder as falhas de sobrancelhas.
  • Blush MAC, cor blushbaby, uso há anos, tom rasado saúde que vai bem com tudo.
  • Iluminador, Clinique, cor 11 peony blend. Dá um brilho suave e lindo na maquiagem.
  • Sombra Nars, cor Ondine, só uso ela há uns 4 anos, é a sombra que uso todos os dias. Para o dia ou para a noite. Tem um leve brilho e fixação ótima.
  • Corretivo Clé de Peau, cor Beige, meu favorito há anos também, não craquela e tem uma cobertura excelente. Ele é chatinho de achar, só vende nos Estados Unidos ou Ásia.
  • Base em bastão, Clinique, cor 06 intense ivory, super prática, uso como corretivo, boa cobertura e fixação.
  • Máscara de cílios Roller Lash, cor preta.
  • Gel fixador sobrancelha, Anastasia. Super fixação, não despenteia as sobrancelhas por nada.
  • Lápis de olho Clinique, cores 101 black diamond, 105 chocolate lustre e 106 starry plum, esses tem um leve brilho e é com eles que vario o tipo de maquiagem nos olhos. São macios e ótima fixação.
  • Lápis sombra Charlotte Tilbury, esses lápis são sensacionais, servem como sobra ou lápis e são os que uso para transformar a maquiagem para os dias de festa. Cores Amethyst Aphrodisiac, Dark Pearl, Black Diamond, essa marca é sensacional, no canal do Youtube tem tutoriais maravilhosos da Charlotte. Tenho vários itens da marca e são sensacionais.
  • Batons Marc Jacobs cor 110 Role Play, Make-up Forever cor M101, Charlotte Tilbury cor Penelope Pink. Como vocês podem ver não tenho criatividade para cor de batons, gosto só de usar os bem cor de boca levemente rosados.
  • Pincéis MAC, blush 138, sombra 217 e sombra 239. Pincel Real Techniques pó 100.

[ Necessaire de viagem, frascos e organizadores ]

necessaire de viagem

 

  • Frascos multi uso Kiko Milano, 100ml e 50 ml. Uso para produtos que não tem a versão miniatura.
  • Sacos ziploc, organizo cada assunto num saquinho. E depois organizo todos dentro das necessaires.
  • Necessaires de tamanhos diversos. Tenho usado essas três nas últimas viagens. São da Pitu Bags e Cath Kidston.

Consegui ajudar um pouco ou só confundi mais ainda? Se tiverem qualquer dúvida deixe um comentário aqui no post! Se não tiverem dúvida deixem um comentário mesmo assim 😉

Follow:

Essa é a lista de alguns restaurantes em NYC que fomos nas férias de julho/17 e gostamos muito. Todos tranquilos, preço bom e comidas gostosas. Locais bons para ir com crianças ou almoçar tranquilo entre um passeio e outro, nada de locais ultra sofisticados. Listas como essa serão recorrentes aqui, a cada nova visita à NY farei uma dos lugares que fui e gostei.

Bevacco

O Bevacco fica em Brooklyn Heights pertinho do 1 Hotel Brooklyn Bridge onde nos hospedamos. Decoração linda, sim, sou apegadíssima a lugares bem decorados, o balcão do bar é maravilhoso! Nos restaurantes americanos, você pode entrar só para uma taça de vinho ou drink no bar e será muito bem atendido, adoro isso.

A comida é italiana como o nome sugere, apesar do clima de bistrô francês, pedimos uma burrata que veio acompanhada de pão italiano tostado, spaguetti carbonara e salada com frango e avocado. Todos os pratos estavam muito bons, as porções são individuais e pequenas a dica é pedir umas entradinhas antes do prato principal.

Bevacco

60 Henry St, Brooklyn, NY 11201

AlMar

Outro italiano, esse quem nos indicou foi a atendente do café do nosso hotel, fica em DUMBO. Restaurante super tranquilão, com uma mesa comunitária no centro e outras menores ao redor. Clima bem gostoso e animado.

Pedimos burrata com prosciutto e uma salada de entrada, a salada estava boa, a burrata e o prosciutto estavam sensacionais. De pratos fomos de lasanha e fetuttine à bolonhesa e espaguete com tomates, manjericão e mussarela de búfala, molhos bons e saborosos e massas al dente, difícil isso nos restaurantes americanos que normalmente servem molhos industrializados e massas cozinhas demais. O tiramisu e o afogatto de sobremesa também estavam ótimos.

AlMar

111 Front Street, DUMBO, Brooklyn, NY

Gran Eléctrica

Mexicano badaladinho em DUMBO, com um bar super animado na entrada da casa e mesas num quintal super charmoso nos fundos. Achei ótimo para ir com amigos. Fizemos aquela bagunça e pedimos várias porções para dividir. Eu aguentei o tranco porque amo pimenta mas para os 3 meninos foi um pouco demais. Na nossa mesa ceviche, guacamole, tacos, quesadilla e nachos, tudo junto e misturado. A tequila estava sensacional!

As fotos desse não ficaram incríveis porque a iluminação não favoreceu em nada! Prometo melhorar 😉

Gran Eléctrica

5 Front Street, Dumbo, Brooklyn, NY

Juliana’s Pizza

Micos de turista? Temos também, lógico. A Juliana’s Pizza tem sempre filas enormes mas como ficava à alguns metros do hotel fomos lá enfrentar a muvuca, 1:30 de fila e chuva, olha que maravilha. A dica é, se você quer mesmo experimentar a famosa pizza sem enfrentar fila é só pedir para viagem e ir comer em algum banco ali por perto no parque. Pizza bem tranquila para comer à moda americana (digo, com as mãos). Pizza super saborosa e com ingredientes bons, pedimos uma de rúcula, mussarela e presunto italiano cozido e outra só de mussarela e manjericão. Massa fina e crocante, bordinhas tostadas, valeu o mico da fila. A Juliana’s pertence a Patsy Grimaldi, antigo dono da famosa pizzaria Grimaldi que fica ao lado da Juliana’s, dizem que a Grimaldi hoje só tem fama e nada de qualidade.

Juliana’s Pizza

9 Old Fulton Street, Brooklyn, NY

Gastroteca Astoria

Fomos pela primeira vez ao bairro de Astoria visitar o Museum of Moving Image, muito legal por sinal. Eu não tinha nenhuma indicação de restaurantes na área, o Gastroteca foi o que gostamos da cara e resolvemos entrar. Que surpresa boa, acertamos na escolha. O hamburger foi considerado um dos melhores pelos meninos, o carbonara super gostoso e com pimenta na quantidade certa, os restaurantes americanos tendem ao exagero nesse quesito. Salada grande e super bem temperada, gnocchi de ricota e espinafre delicioso, único defeito, a porção pequena 😉 As sobremesa estavam ótimas, bread pudding, afogatto e tiramisu, esse nem deu tempo de fotografar.

Gastroteca Astoria

33-02 34th Avenue & 33rd Street, Astoria, NY 11106

The Meatball Shop

The Meatball Shop como o nome sugere é especialista em meatballs (almôndegas). O esquema é escolher entre os tipos de almôndegas, tradicional, frango, vegetariana, porco, combina-las com o molho de sua preferência e escolher os acompanhemos. Tem salada, polenta, espaguete, batatas entre outros. Além das opções de sanduíches de almôndegas, todos customizáveis. A polenta estava divina, cremosa com queijo, sério uma das melhores que já comi. As almôndegas super saborosas e suculentas. Os drinks do bar também são ótimos. Entrem no site para ver os diversos endereços em NY.

The Meatball Shop

64 Greenwich Ave, New York, NY

Rosemary’s

Outro italiano, perceberam que aqui apostamos no poder do carboidrato né? Fazia tempo que queria conhecer o Rosemary’s e finalmente consegui, ele é ótimo para almoço e brunch. Tem piadinas (sanduíches), massas, saladas e algumas carnes. A proposta deles é de uma cozinha simples, com ingredientes locais e orgânicos, tem até uma horta na laje do restaurante. A massa com pesto, camarões e nozes estava realmente ótima. A salada de baby beets (beterrabas) e a burrata estavam uma delícia e super bem temperadas. As piadinas bem grandes e bem recheadas.

Rosemary’s

18 Greenwich Avenue, NY 10011

While we were Young

Menção honrosa, pelo lugar ultra mega fofo e instagramavel. Fui encontrar uma amiga para um drink que estava delicioso. Não pedi nada para comer mas os pratos que vi passando por mim estavam todos com cara ótima. Na próxima ida a NY vou almoçar nele.

While we were Young

183 W 10th Street, New York, NY 10014

 

E para quem quer mais dicas de restaurantes em NYC, aqui o post Minha lista de 13 restaurantes em NY, vários desses 13 repeti agora em julho com os meninos.

Follow: