4 museus (de verdade) para ir com crianças em NYC

Várias pessoas me perguntam como faço pros meninos gostarem de museus, sinceramente, não sei. Simplesmente compro as entradas e os deixo bem livres, não imponho trajeto nem fico dando muitas explicações sobre arte. Tipo aprender por osmose, sabe? Também não considero museus de cera, do acredite se quiser e afins museus (de verdade).

Selecionei quatro museus em NYC que considero mais fáceis para crianças e até pré adolescentes, meu caso no momento.

Como regra geral consultem sempre os sites para verificar os dias em que os museus e parques fecham antes de programar a visita!

Cooper Hewitt

O Cooper Hewitt é um museu de design que faz parte da Smithsonian Institution o maior complexo de museus e pesquisas do mundo. Ele está instalado na antiga mansão de Andrew Carnegie um industrial do aço e filantropo. Esse museu é incrível porque mostra o design em várias frentes, arquitetura, objetos, moda, artes gráficas que são assuntos bem cotidianos e fáceis para as crianças. Espalhadas por todo o museu ficam mesas digitais onde podemos interagir, criar objetos e salvar tudo isso numa caneta digital. Nessa caneta também podemos salvar os códigos de todas as obras que mais gostamos para depois acessar o site do museu e ter informações complementares. Várias obras são interativas e dependem do visitante para existir. Além das que podemos também levar uma parte para casa. O jardim do museu é lindíssimo e ótimo para descansar e tomar um sorvete no verão. É um museu que está super adequado à realidade online das crianças hoje em dia. E tinindo de novo, as obras de reforma terminaram em 2015.

cooper_hewitt

Jardim lindo do Cooper Hewitt

Guggenheim

Esse é o meu xodó, a começar pelo prédio lindo projetado por Frank Lloyd Wright, com o volume redondo branco enorme ícone de NYC. É um museu pequeno comparado com o Metropolitan por exemplo. Tem clássicos como: Picasso, Kandinsky, Monet, Cézanne, Gauguin, Miró, Manet entre outros mas em pequenas quantidades o que é ótimo pois não cansa as crianças e a forma peculiar de fazer a visita também é outro ponto positivo. Entre no hall central da rotunda, pegue o elevador e suba até o último andar, comece a visita por cima e vá descendo a rampa espiral entrando nas pequenas salas adjacentes e descobrindo todas essas obras do acervo permanente. Nas paredes da rampa ficam na maioria as obras de mostras temporárias. Pra quem tiver pouco tempo e não quiser ver as obras, entre ao menos no hall principal, não paga nada, tem banheiro e wifi, aproveite e olhe pra cima, a rotunda de vidro é linda e você terá ao menos conhecido um projeto de um grande arquiteto!

guggenheim_museum

O lindíssimo vão central com a rotunda de vidro

Whitney Museum

O Whitney fica no Meatpacking District num prédio lindo e novo projetado pelo Renzo Piano. É amplo e iluminado, super agradável de passear por ele, os elevadores são gigantescos! Renzo projetou esse edifício com vários terraços com escadas externas e muitas obras de arte estão neles, então o programa aqui é subir tudo pelas escadas externas aproveitando a vista do bairro e do rio Hudson. As obras do Whitney são dos séculos 20 e 21 de artistas americanos, então é um museu bem dinâmico e interessante para as crianças, tem esculturas, pinturas, instalações e fotografias. E juntar o museu com uma caminhada na Highline até chegar ao Chelsea Market é perfeito.

whitney_museum

Um museu cheio de painéis de vidro e amplitude

Brooklyn Museum

O museu do Brooklyn é enorme e impossível conhece-lo todo numa única visita ainda mais com crianças pequenas mas conta com uma curadoria de obras contemporâneas ótima e dinâmica, salas e obras interativas muito legais. No quarto andar ficam um conjunto de 23 ambientes de casas americanas perfeitamente decorados, são do século 17 ao 20, é bem incrível. E ele também tem uma galeria só de arte feminista ótima. Além de várias obras com um engajamento politico mais forte. Nos emocionamos algumas vezes durante a visita. O café do museu é muito bom também. Para terminar o passeio e desopilar as crianças, o Brooklyn Botanical Garden fica ao lado e é maravilhoso para as crianças correrem sem rumo e darem um pouco de descanso pra nós.

brooklyn_museum

Obras dinâmicas e coloridas no Brooklyn

Follow:

8 Comentários

  1. 20 de junho de 2016 / 19:42

    Tati,
    Adorei o post! Tb tenho sorte de a Bibi gostar de arte e museus em geral. Além desses ela gosta do MET também. Acho que a idéia é essa mesmo deixar que eles desenvolvam o gosto pela arte sem pressão, tem que ser um prazer para os olhos e para a alma.
    Seu blog tá show!!
    Bjs

    • 20 de junho de 2016 / 21:33

      Exatamente Lu, tem que deixar rolar naturalmente, é a forma mais gostosa. Obrigada!!!!! <3 bjs

  2. Lilian Garcia
    20 de junho de 2016 / 23:14

    Perfeito, Tati! Mas eu acrescentaria mais 2 nessa lista básica de museus “kid friendly” em NYC: o queridíssimo MoMA, e o New Museum, que tem sempre uma exposição inusitada e muito surpreendente! Sou fã também dos seus meninos, e fiquei curiosa, qual o que eles mais curtem e querem voltar sempre que estão em NYC? beijo!

    • 21 de junho de 2016 / 00:10

      você tem toda a razão! se formos analisar todos tem uma pegada “kids friendly” de uma maneira ou outra, bjs 😉

      ia me esquecendo! eles amam o Cooper (dica supimpa sua) e o Guggenheim!

  3. Dany Cilento
    20 de junho de 2016 / 23:15

    Sensacional o post!! Anotadas as dicas!!!! Adooooorei!!

  4. VALERIA BASTOS
    22 de junho de 2016 / 21:42

    Museum of the Moving Image no Queens é bárbaro. tamanho ideal e bem interativo

    bjs

    • 22 de junho de 2016 / 21:50

      hmmmmm esse ainda não conheço, já entrou na minha lista eterna de museus a conhecer. ótima dica! bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *