O meu apartamento em Madrid fez um super sucesso quando mostrei no snapchat. E realmente ele era lindo e mega bem localizado. Fica no bairro que adoro, o Chueca, à uma quadra da estação do metro. Com o mercado de San Antón na esquina, melhor impossível.

O bairro

Chueca é um bairro bem central e que passou por um período de evolução recente. Muitos bares, restaurantes e hotéis legais e novos espalhados por ele. Foi a terceira vez que me hospedei no bairro.

Tão central que não usei o metro nenhuma vez para me locomover dentro da cidade. O Passeo del Prado com seus museus incríveis fica a 10 minutos à pé. Salamanca, outro bairro gostoso para passear fica bem próximo também. E a  Gran Via fica pertinho.

apartamento em madrid

Aqui a Plaza de Chueca com a estação de metro

apartamento em madrid

O ótimo mercado de San Antón

 A empresa de aluguel de temporada

O site que usei para reservar foi o Home at Homes, não tinha nenhuma referência deles mas arrisquei mesmo assim e deu super certo. Eles também tem apartamento em Sevilla, Barcelona e algumas outras localidades. Fiz uma comparação na época com imóveis do mesmo padrão no Airbnb e o Hame at Homes ganhou no preço e beleza dos imóveis.

Sério, um apartamento mais lindo que o outro, com opções de todos os tamanhos, de pequenos lofts até 3 ou 4 dormitórios. Imóveis reformados e muito bem decorados.

O serviço prestado por eles também foi excelente. Na nossa chegada a Karen nos aguardava ela é a gerente de Madrid, nos apresentou o imóvel todo, explicou o funcionamento dos aquecedores (era inverno), dos eletrodomésticos, wifi, chaves, uso do elevador etc.

Alugar um apartamento em Madrid ou qualquer outro centro de cidade européia com elevador é sempre mais complicado, então sempre se certifiquem antes de fechar o aluguel. Nem tanto no dia-a-dia mas um elevador para chegar e sair com as malas é sempre bom.

A Karen também reservou para nós um transfer para o aeroporto no dia do nosso check-out que foi muito pontual e cordial.

Numa das noites, tivemos um problema com a chave que abria a porta da rua, entramos em contato e ela veio nos salvar rapidamente. Achei os serviços e suporte aos hóspedes muito bom e atencioso.

O apartamento

apartamento em madrid

apartamento em madrid

Esse apartamento em Madrid foi um dos melhores imóveis que já alugamos. Tinha 2 quartos e 1 escritório que também podia ser usado como quarto. Dois banheiros completos e mais um lavabo, excelente para quando viajamos em família.

Sala super confortável, com TV e canais à cabo. O apartamento inteiro recém reformado e decoração muito bonita e confortável.

Cozinha, ahhh sempre meu ponto fraco, era impecável, com eletrodomésticos novíssimos e lindos. Assim como pratos, panelas, taças e copos lindos e novos. Sim, dou super importância para isso.

Além disso tudo a Home at Homes abastece cada imóvel com alguns produtos básicos como sabão para lava roupa e lava louça, café, chás, sal, pimenta, azeite, tudo etiquetado com data de abertura e validade. Uma delícia entrar em casa e poder passar uma café sem precisar sair correndo para comprar né?

Também em cada imóvel deixam um kit boas vindas com suco de laranja, frutas frescas, manteiga, geleia, pão de forma e leite, tinha até um torrone no nosso. Foi ótimo pois chegamos tarde no apartamento e não tivemos que nos preocupar com o café da manhã do dia seguinte.

 

Follow:

Para nossa estadia em Granada escolhemos o Parador Granada, além de lindo está localizado dentro do complexo da Alhambra que o torna perfeito para quem tem como foco conhecer os palácios.

A construção foi um antigo convento construído pelos reis cristianos Isabel e Fernando quando retomaram Granada da dominação moura. O convento foi construído em cima de ruínas de um palácio nazarí e muitos fragmentos da construção moura se encontram preservados.

parador granada

O Parador Granada pertence à rede Paradores de Espanha que são hotéis instalados em propriedades históricas e sempre muito bem localizadas. Os hotéis da rede se espalham por toda a Espanha.

Para quem está de carro o acesso é bem simples e o veículo é autorizado à entrar no complexo. O hotel conta com estacionamento para hóspedes. E para quem chega de taxi o acesso também é autorizado, então sem preocupação em subir o morro da Alhambra com malas. 😉

Se hospedar nele é perfeito para os dois extremos de temperatura, inverno como no nosso caso ou verão. Porque nos permite pausas de descanso e refeições durante o dia de visita à Alhambra. E acredite, o complexo é gigantesco e pausas confortáveis são bem vindas.

Farei um post detalhado de como organizamos nossa visita à Alhambra.

Os Quartos

Os quartos do Parador Granada são bem espaçosos e confortáveis. A decoração é simples e beira a austeridade. Camas muito confortáveis, lençóis e travesseiros bem gostosos. Os banheiros também são bem grandes e pelo menos nos dois quartos que ficamos eles estavam bem em ordem.

O Restaurante

O restaurante do hotel é ótima opção para os não hóspedes também. Programe sua visita à Alhambra incluindo um almoço no hotel. Ou termine sua visita com um jantar com vista para o palácio Generalife.

O Café

O café do Parador serve sanduíches, saladas e pratos rápidos durante todo o dia. Perfeito para fazer uma pausa durante a visita. Opção legal para quem não está hospedado no hotel. A Alhambra conta apenas com algumas vending machines de refrigerantes, salgadinhos e doces.

Parador Granada

O edifício do Parador Granada é realmente lindo e complementa a visita à Alhambra. Poder caminhar por alguns trechos à noite sem a presença dos grupos de turistas é uma experiência única.

 

Follow:

No nosso segundo dia de passeios em Sevilla deixei as visitas mais rápidas e bastante tempo para caminhar pelas ruas de diferentes bairros.

Plaza de España

Começamos o dia visitando a Plaza de España e o enorme edifício semi-circular construído por ocasião da Exposição Ibero-Americana de 1929. Infelizmente o canal estava em trabalhos de limpeza e os barquinhos de passeio fora de serviço.

Hoje no edificio funcionam departamentos do governo. Em sua fachada estão representadas todas as províncias espanholas. As 4 pontes que atravessam o canal simbolizam os 4 antigos reinos que deram origem ao que hoje é a Espanha. Não deixem de passear pelo lindo parque Maria Luiza onde a praça está situada.

Para os fãs de cinema a praça foi locação de Laurence da Arábia e Star Wars!

Arquivo das Índias

O prédio em estilo renascentista é tombado pelo patrimônio histórico da UNESCO teve sua construção iniciada em 1572 e finalizada em 1646. Inicialmente a Casa Lonja de Mercadeiros era o ponto principal das transações comercias da Espanha com o novo continente, a bolsa de valores da época. Só em 1785 o Arquivo Geral das Índias passa a ocupar o edifício. Abrigando toda a documentação histórica sobre a Espanha e suas colônias. Tesouros como o Tratado de Tordesilhas e o Diário de Cristovão Colombo são só uma pequena amostra da importância desse arquivo.

A entrada é gratuita e a visita passa pelas salas mais bonitas do edifício, foi uma visita emocionante. Vi documentos que relacionavam palavras indígenas brasileiras ao correspondente espanhol, a reprodução do Tratado e vários outros documentos. Pensar que aquilo tudo faz parte da nossa história é incrível.

Todo o arquivo pode ser consultado digitalmente e os originais ficam protegidos da ação do tempo.  E passam constantemente por processos de restauração e preservação.

Mercado Lonja del Barranco

Após visitar o Arquivo fomos caminhando até o Mercado Lonja del Barranco que fica na Ponte Isabel II por onde atravessamos para o bairro de Triana.

Aqui nesse post Restaurantes em Sevilla – 5 ótimas opções falo em detalhes sobre o mercado.

mercado lonja del barranco sevilla

Bairro Triana

Após o almoço passeamos pelo bairro boêmio de Sevilla. A Calle San Jacinto é cheia de cafés, restaurante e lojas, bem gostoso passear por ali. Já na Calle Bettis às margens do canal é uma ótima opção para curtir tapas e drinks no fim do dia. O visual de Sevilla vista desse ponto é lindo.

passeios em sevilla bairro triana

Plaza del Toros e arredores

Depois de Triana seguimos para a Plaza del Toros, apenas passeamos por fora e só conhecemos o hall de entrada. Não concordo com o “esporte” portanto não paguei para entrar num recinto que por séculos foi palco de maus tratos animais.

Já as ruelas ao redor da Plaza são bem interessantes, muitos galpões e depósitos foram transformados em lojas charmosas e escritórios. Pra quem gosta de explorar é um prato cheio.

plaza del toros sevilla

Setas de Sevilla

Depois da Plaza seguimos para o Setas de Sevilla também conhecido como Metropol Parassol. A maior estrutura de madeira do mundo. Ele em si impressiona mais nas fotos do que pessoalmente. Mas o passeio valeu porque andamos por ruas menos turísticas e pudemos sentir mais o clima da cidade.

No subsolo do Setas existe uma escavação onde foram descobertas ruínas romanas. E construções islâmicas, o espaço está bem bonito e vale visitar.

Passeios em Sevilla é o que não faltam, esse foi um bom roteiro para ter um apanhado geral da cidade. Voltarei certamente e numa estação mais quente para aproveitar bem as tapas e tragos.

 

 

Follow:

No nosso primeiro dia de passeio em Sevilla concentrei as atrações mais importantes da cidade e as que nos tomariam mais tempo de visita, assim os outros dias foram mais descompromissados e com isso pudemos ficar de bobeira passeando pelas ruas da cidade.

Real Alcázar de Sevilla

Começamos o dia no enorme e lindo Real Alcázar de Sevilla. As entradas podem ser compradas no site e existem duas opções: A VISITA GENERAL AL ALCÁZAR DE SEVILLA e a VISITA COMBINADA CON CUARTO REAL ALTO. Sugiro a compra antecipada para evitar as filas, principalmente no verão e ter mais opções de agendamento de horário.

Optei pela segunda opção, o Quarto Real é maravilhoso e a entrada super rigorosa, o horário é marcado, não pode entrar com bolsas e mochilas, eles tem armários guarda volumes na entrada.

Infelizmente dentro dos aposentos não podemos fotografar nem filmar, uma pena. Os seguranças que nos acompanham chegam a ser até grosseiros no trato com os turistas de tão rigorosos. Mas é lindo e vale a visita.

Reservem em torno de três horas para a visita ao complexo, ele é enorme e vale a pena passear pelos jardins lindos além do conjunto de palácios.

Após o Alcázar fizemos uma pausa para o almoço no El Pintón. Escrevi sobre ele nesse post Restaurantes em Sevilla – 5 ótimas opções. 

Catedral de Sevilla – La Giralda

A Catedral gótica impressiona não só pelo seu tamanho, é a maior da Espanha, mas pela mescla de várias épocas numa mesma construção. Ela foi erguida no local da Antiga Mesquita Alfama de Sevilla. O folheto que recebemos na entrada mostra todas as fases construtivas do complexo.

O Pátio dos Naranjos foi o jardim da antiga Mesquita, no centro dele uma linda fonte visigoda. E distribuídas pelo pátios várias outras pequenas fontes. Prestem atenção no desenho do piso do pátio, são canais interligados para o perfeito escoamento de água.

La Giralda, como é conhecida a torre do campanário era o antigo minarete da Mesquita. A subida é bem tranquila, essa torre tem corredores largos e o acesso é por rampas, construída assim para que os guardas pudessem subir a torre montados em seus cavalos. A vista que sem tem da cidade é maravilhosa.

Para conhecer a Catedral reserve pelo menos 1:30 h. Ela é rica em detalhes e passar um tempo no pátio descansando antes de continuar o passeio pela cidade é ótimo.

 

 

Follow:

Como eu adoro uma lista na hora de organizar uma viagem, preparei uma só boas opções de restaurantes em Sevilla, tem pra todos os gostos.

É claro que a cidade oferece muitas outras opções, esses foram os que indico para quem viaja em família e quer opções que agradam à todos.

San Fernando – Hotel Alfonso XIII

Restaurante ótimo para um jantar mais fino no excelente Hotel Alfonso XIII onde nos hospedamos. A cozinha é andaluza/catalã moderna mas o cardápio conta com opções da cozinha internacional portanto agrada à todos. Se você não quiser fazer uma refeição lá pode ir só para um drink no Bar Americano ou um café e sobremesa no pátio interno do hotel. Os ambiente são lindos e vale a visita.

El Pintón – Ao lado do Alcázar

Sabe o típico restaurante moderninho que serve de tudo um pouco? El Pintón é assim, fica pertinho do Alcázar então ótima pedida para o final do passeio. Tem uma seleção de tapas muito boas e porções para serem divididas. Se o clima colaborar as mesas externas são ótimas uma uma botecagem estilo espanhol.

Mercado Lonja Del Barranco – Às margens do rio

O Mercado Lonja del Barranco é uma opção ótima se você quer experimentar o máximo da culinária andaluza no mínimo de tempo! Tem de tudo, em porções de diversos tamanhos. Um bar de cervejas no centro do mercado é o local mais animado e cheio. Tem bar de tapas, croquetas, arrozes, polvo, cafeteria, sorveteria, doces. Enfim, um mini paraíso! Aproveite para curtir o por do sol, a vista do rio e da cidade é linda à partir do mercado.

San Marco – Num antigo banho árabe

Quer um descanso de comida espanhola? Achamos o italiano San Marco em Santa Cruz sem querer, ele fica numa ruinha minúscula atrás da Catedral de Sevilla e após uma rua repleta de restaurantes bem cheios. Coisas do destino, nenhum dos restaurantes nos chamou a atenção e seguimos andando até dar de cara com a entrada discreta de um antigo banho árabe. Um pouco insólito um restaurante italiano funcionando dentro de um antigo banho árabe com um violeiro tocando música espanhola! Óbvio que ele foi o escolhido da noite. Cardápio de clássicos italianos, carta de vinho incrível e música ótima e num volume muito agradável para o jantar.

Meliá Lebreros – Perto da estação de trem

O hotel Meliá Lebreros fica à 700 metros da estação de trem Santa Justa. Viemos de Granada, entregamos nosso carro na estação e ainda teríamos tempo para um almoço antes do nosso trem para Madrid. Deixamos as malas no guarda volumes da estação que por sinal é ótimo. O hotel passou por uma reforma à pouco tempo e está com um lobby lindíssimo e cheio de boas opções de restaurantes e bares.

Follow: